Diabetes Fator Emocional

Diabetes Fator Emocional. CONTROLE DAS EMOÇÕES: O controle das emoções pode ter ligação direta com o diabetes. Além dos fatores metabólicos que podem desencadear o diabetes, como a obesidade e a genética.

 
O fator emocional também tem uma forte ligação nas chances de se tornar diabético. As emoções por si só não levam a doença, no entanto, se somados a predisposição, os riscos aumentam e muito.

 

 

Diabetes Fator Emocional

O MAL DO ESTRESSE: Um estudo realizado no Canadá confirmou essa relação mais de 7.500 participante foram acompanhados durante nove anos. Pesquisadores do Instituto de pesquisas sobre Trabalho e Saúde, em parceria com o Instituto de Ciência Clinica Avaliativa. Descobriram que 19% das mulheres desenvolveram diabetes tipo 2 devido aos hábitos, de trabalho. Segundo os cientistas, elas costumam reagir ao estresse comendo mais produtos com açúcar e gorduras. O que somando ao sedentarismo, eleva o risco da doença.
Estresse e depressão aumentam a secreção de alguns hormônios, principalmente o cortisol, que age contra a insulina. E ajuda a manifestar o diabetes.

 

 

Diabetes Fator Emocional

Segundo pesquisas. A prevalência de depressão ou problemas emocionais em portadores de diabetes é cerca de duas a quatro vezes maior. Que na população geral, explica o endocrinologista Alfredo Cury. Já outras pesquisas. Publicada na revista cientifica Psychosomatic Medicine, apontou que o estresse no trabalho.
Aumenta em 45% o risco de desenvolver diabetes, mesmo em pessoas que não estejam acima do peso.
Os pesquisadores acreditam que a exposição constante a níveis elevados de hormônios do estresse perturba.
O equilíbrio de glicose no organismo. As entrevistas com os voluntários britânicos que participaram da pesquisa levaram em consideração. O índice de massa corporal IMC.

 

 

Diabetes Fator Emocional

O histórico médico familiar e os níveis de estresse no trabalho. De acordo com os dados recolhidos, cerca de uma em cada cinco pessoas no mercado de trabalho é afetada por altos níveis de estresse. No entanto, ainda é preciso mais pesquisas para entender a relação entre o desequilíbrio hormonal e o da glicose. Adrenalina e glucagon são outros hormônios liberados quando há situação de estresse, e todos têm ação contrária a da insulina.

 

 

Diabetes Fator Emocional

Podendo também descontrolar a doença em quem já a tem. Esses hormônios podem aumentar a glicose no sangue dos pacientes, descompensando a doença em quem estava bem. Antes do estresse, destaca o endocrinologista Airton Golbert. Fora o aumento da glicose, o estresse também é perigoso por elevar a presença dos radicais livres, moléculas de oxigênio. Naturais ao organismo, mas que em excesso danificam o material genético das células. Em boas condições de saúde, o corpo é capaz de neutralizar seus efeitos, contudo, a demasia de radicais livres. Provoca uma reação em vadeia que acentua os efeitos da idade sobre a pele, favorece o surgimento de doenças. Degenerativas, como o Alzheimer e o Parkinson, envelhecimento precoce e o aparecimento de tumores.

 

 

Diabetes Fator Emocional

POR OUTROS LADO: Se alterações emocionais como o estresse e ansiedade têm reflexos no desenvolvimento do diabetes, a própria doença. Também interfere no bem estar emocional. Há diabéticos que ficam preocupados em excesso com alguns fatores da doença, como as alterações na glicemia. Aplicação de insulina, problemas de saúde, etc. Esta inquietação pode acabar virando contra a própria pessoa influenciando no controle da glicemia, por exemplo. Por isso é importante tentar ao máximo manter as emoções sob controle, mesmo quem já é diabético. Terapias e atividades relaxantes são boas opções para manter corpo e mente saudáveis.

 

 

Diabetes Fator Emocional

CONTROLE DIÁRIO: Alguns hábitos são fundamentais para manter o estresse e ansiedade controlados.
DURMA BEM: uma boa noite de sono, com a média de oito horas, além de seguir uma rotina de horário de se deitar. E se levantar, ajuda o corpo e a mente a descansarem.
FAÇA EXERCÍCIOS: atividades físicas liberam serotonina, um hormônio que ajuda na sensação de prazer e relaxamento. O ideal é exercitar-se, pelo menos, 30 minutos diariamente.
TENHA UM HOBBY: passar um tempo fazendo algo que lhe dê prazer e que não seja uma obrigação.
Ajuda a manter a esquecer os problemas e ter mais serenidade.
MEDITE: é comprovado cientificamente que reservar alguns minutos diários para respirar fundo e ficar em silêncio. Interfere no bom desempenho do cérebro, além de ajudar a controlar as emoções.

 

 

Recomendação

Hábitos saudáveis a vida toda. Essa é a recomendação pra prevenir o diabetes. E para quem já foi diagnosticado com a doença, é também a indicação para controlar o problema. Evitando graves consequências.

 

 

E-book Cardápio Liberado Para Diabéticos? Insira Seu E-mail e Comece a Baixar Hoje mesmo o e-Book

Emerson Fittpaldi

Olá eu me chamo Emerson sou criador do blog. Diabetes Mellitus e Alimentos. E criei esse Blog pra fala sobre. Tipos de Diabetes, Sintomas, Tratamentos, Complicações, é Alimentos que previne a doença.

Website: https://www.diabetesmellitusealimentos.com.br/

    1 Comentário

    1. Diabetes Fator Emocional – Diabetes Mellitus e Alimentos Aprenda a Reduzir a Ansiedade Através da Hipnose! Aumente o Conforto Pessoal, Melhore seu Descanso e Sono! Acesse: https://goo.gl/clcqLW e Saiba Mais!

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *