Diabetes Mellitus Diferentes Tipos

Diabetes Mellitus Diferentes Tipos
Avalie esta postagem

Diabetes Mellitus Diferentes Tipos: Os números da federação internacional de diabetes mostram que, no brasil já são 13,4 milhões de pessoas com a doença. Desses 90% são do tipo 2, a forma adquirida, que tem relação direta com o estilo de vida.

 
O diabetes é uma doença crônica, ou seja, não tem cura, mas tem tratamento e, seguindo os cuidados.
O paciente consegue levar uma vida com qualidade. Trata-se de uma disfunção endócrina caracterizada pela elevação na taxa de glicose sanguínea hiperglicemia. Resultado de distúrbios na secreção de insulina, especialista em fisiologia do exercício. A seguir, saiba mais sobre os tipos da doença que afeta 371 milhões de pessoas no mundo.

 

 

Diabetes Mellitus Diferentes Tipos

DIABETES MELLITUS TIPO 1.
É um processo autoimune, em que o próprio organismo destrói as células do pâncreas responsáveis por produzir a insulina. Por isso, diabéticos do tipo 1 necessitam de doses diárias do hormônio para manter a glicemia adequada. Compreende menos de 10% dos casos de diabetes. Seu diagnóstico é feito pelas manifestações clínicas intensas, como emagrecimento e desidratação. Saliente a endocrinologista Maria Elizabeth Rossi da Silva. O tipo 1 portanto, em causas genética e pode ser hereditária, aparecendo geralmente na infância e adolescência.

 

 

Diabetes Mellitus Diferentes Tipos

DIABETES MELLITUS TIPO 2.
Diferentemente do diabetes tipo 1, o tipo 2 tem prevenção, pois está associada a distúrbios a obesidade.
Ele representa a maioria dos casos da doença e ocorre quando o pâncreas ainda produz insulina. Porém o hormônio não é aproveitado da forma adequada, ou seja, não consegue metabolizar a glicose que circular.
Na corrente sanguínea. Funciona assim os alimentos consumidos são digeridos e liberam glicose no sangue, a fonte primária de energia. Para qualquer atividade que o corpo vá exercer. Mas, para que a glicose seja transformada em energia nas células, ela precisa da ação da insulina, um tipo de hormônio Quando a insulina não consegue exercer sua função, seja pelo excesso de gordura no corpo ou por outros distúrbios. Denomina-se resistência a insulina o resultado é a glicose sobrando no sangue.

 

 

Associação Nacional de Assistência ao Diabético

De acordo com a (Anad). Associação Nacional de Assistência ao Diabético o diabetes tipo 2 acomete 10% da população entre 30 e 60 anos. Sedentarismo e obesidade são os principais fatores que desencadeiam o problema, por isso, atividade física e controle. Da alimentação são os itens necessários para preveni-lo.

 

 

Diabetes Mellitus Diferentes Tipos

DIABETES MELLITUS LADA.
O nome vem do inglês Latent Autoimune Diabetes of the Adult (Diabetes Latenthe Autoimune do Adulto).
E é semelhante ao tipo 1, mas aparece em pessoas acima dos 35 anos. O processo de destruição das células nos portadores de LADA é mais lento que no diabetes tipo 1. Os pacientes ainda conseguem produzir insulina, sendo muitas vezes possível o tratamento com medicamentos orais. Por vários anos, explica a endocrinologista.

 

 

Diabetes Mellitus Diferentes Tipos

DIABETES MELLITUS MODY.
Diabetes MODY, é o diabetes hereditário, que ocorre devido a problemas genéticos. Também existem alguns tipos principais de diabetes que surgem por estarem associados a outras doenças. Entre elas a pancreatite crônica ou devido a interação medicamentosas, como pode ocorrer com, o uso de corticoides.

 

 

Diabetes Mellitus Diferentes Tipos

DIABETES MELLITUS GESTACIONAL.
A diabetes gestacional é o aumento das taxas de glicose que surge pela primeira vez na gestação.
Está associada ao excesso de peso da gestante, tendência familiar ao diabetes e gravidez em idade avançada.
Geralmente a glicose no sangue se normaliza após o parto. Mas as mulheres que desenvolvem a diabetes gestacional têm maiores chances de um dia serem acometidas pelo diabetes tipo 2. Assim como seus filhos.
E uma situação em que o aumento de glicemia aparece, ou é diagnosticado pela primeira vez na gravides.
Podendo persistir o não após o parto ocorre em aproximadamente 7% das gestantes, sendo mais comum.
Em alguns grupos étnicos como negros e hispânicos, responde a endocrinologista Carolina Alves Cabizuca.

 

 

Diabetes Mellitus Diferentes Tipos

DIABETES MELLITUS PRÉ DIABETES.
Os pré diabetes são pacientes com intolerância a glicose oral. Eles não são diabéticos, mas é um indicio de que algo deve ser feito para não se agravar. Na maioria dos casos, surge quando as células passam a ter dificuldades para absorver a glicose do sangue. Ainda que o pâncreas produza quantidade suficiente de insulina. Por isso, o pré diabetes é conhecido como resistência a insulina ou intolerância a glicose. Nesse caso, a taxa de açúcar no sangue está entre o valor normal e o do diabetes. Sabe-se que nem todos deixarão a condição de pré diabetes para se tornarem diabéticos, mas por precação. São considerados em estado de risco para essa progressão.

 

 

Diabetes Mellitus

COMO DETECTAR: O diabetes é uma doença silenciosa na maioria das vezes, ou seja, não apresenta sintomas. Por isso, é necessário realizar os exames pelo menos uma vez por ano.
Os testes podem ser.

 

 

GLICEMIA DE JEJUM:

Exame que mede o nível. De açúcar no sangue por meio de uma pequena amostra do paciente sem se alimentar por pelo menos oito horas. O valor saudável deve estar menor do que 100mg/dl. Entre 100mg/dl e 125mg/dl requer cuidados, pois já é o estado de pré diabetes. Se o resultado for maior a 126mg/dl, o médico pode pedir outros exames para confirmar o diagnóstico da doença.

 

 

TESTE DE AIC

Ou hemoglobina glicada. Serve para confirma o diagnóstico de pré diabetes ou diabetes, além de avaliar o controle glicêmico. De quem já tem a doença. A glicose se liga a molécula de hemoglobina, pigmento que dá a cor vermelha ao sangue assim, quanto maior. For nível de glicose na circulação, maior será o nível de hemoglobina glicada. Em pessoas saudáveis, o ideal é que o resultado esteja abaixo 5,7%. Entre 5,7% e 6,4% indica a presença de pré diabetes e acima ou igual a 6,5% indica diabetes.

 

 

EXAME DE CURVA GLICÊMICA

O teste mede a velocidade. Com o corpo absorve a glicose após a ingestão. O paciente deve ingerir 75g de glicose e a glicemia é medida a cada 30 minutos por duas horas seguintes. O resultado saudável é menor do que 140mg/dl após as duas horas de ingestão.

 

 

Diabetes Mellitus

FATORES DE RISCO: De acordo com a Anad. Os itens preocupantes para o futuro desenvolvimento do diabetes são a obesidade, incluindo a infantil. Hereditariedade falta de atividade física regular, hipertensão, níveis altos de colesterol e triglicérides. Uso de determinados medicamentos, a base de cortisona, idade acima dos 40 anos para o diabetes tipo 2. E estresse emocional. Muitos desses fatores são evitáveis e por isso é preciso conscientizar a população sobre as medidas que ajudam. A prevenir o diabetes.

 

 

Diabetes Mellitus

EM NÚMEROS: A incidência do diabetes é menor em camadas da população com mais instrução.
3,8% dos brasileiros com mais de 12 anos de estudo declaram ser diabéticos, enquanto 12,1% dos que têm até.
8 anos de escolaridade afirma ter a doença. O motivo pode ser o acesso a mais informação, que leva a maior prevenção. Em 2011, a IDF estimava que seriam 12,7 milhões de diabéticos até 2030 no brasil. Porém, 15 anos antes, o número já ultrapassou a expectativa e atinge os 13,4 milhões.

 

 

Diabetes Mellitus

A organização das nações. Unidas (ONU) estabeleceu o dia 14 de novembro como o dia mundial do diabetes.
A medida visa incentiva o combate a doença, levando mais informação a população

Novo E-book Cardápio Do Diabéticos 7 Dias De Cardápio Saboroso Um Para Cada Dia Da Semana ↓

Emerson Fittpaldi

Olá eu me chamo Emerson sou criador do blog. Diabetes Mellitus e Alimentos. E criei esse Blog pra fala sobre. Tipos de Diabetes, Sintomas, Tratamentos, Complicações, é Alimentos que previne a doença.

Website: https://www.diabetesmellitusealimentos.com.br/

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *